Escucho el silencio del tiempo que pasa _ escuto agora o silêncio, me quedo con él y en él, entro en las letras y en los números _ atravesso letras e números, embalo e calo _ las callo y los cuento, busco el prodígio de la relación constante _ afloro o prodígio da relação constante, a assombrosa claridade do silêncio, o encontro transparente da verdade _ el asombro cintilante de la vida ____ SOY pi & phi _

5/3/09
















Eu digo que já vou e mal vou,
e é a pena de não ir a que me doe,
e volto a dizê-lo e ja não estou,
porque vou em qualquer pássaro que voe.







Digo que não vou e aqui me tem,
inventándome desculpas para ir,
e eu volto a dizê-lo e mais além
segue latindo esta verdade de sentir.







E ainda que diga que não vou os dois sabemos,
que não é certo, que eu vou, mas demorando
e os dois centenas de ventos doçes voaremos,
porque eu vou em qualquer pássaro voando.






No hay comentarios:

Archivo del blog

DMCA.com