Escucho el silencio del tiempo que pasa _ escuto agora o silêncio, me quedo con él y en él, entro en las letras y en los números _ atravesso letras e números, embalo e calo _ las callo y los cuento, busco el prodígio de la relación constante _ afloro o prodígio da relação constante, a assombrosa claridade do silêncio, o encontro transparente da verdade _ el asombro cintilante de la vida ____ SOY pi & phi _

2/3/09


















Caminhar pelas letras como se as letras fossem caminho,

engolir os códigos do que o caminho te ensina,
tatuarse na pele quilômetros infinitos de signos e sinais.


Assim chega-se a uma esquina da vida.
















E tudo isto para intuir,
que somente dês-aprendendo,
dês-andando o caminho,
vomitando os signos,
dês-inscrevendo-se a pele,
é possível procurar um novo ponto de partida,
um novo caminho para começar a viver outra vez
e tratar de não voltar a equivocar-se
esquecendo-se dum mesmo antes de ter-se conhecido.







3 comentarios:

in_side dijo...

o caminho é de progressão exponencial,

( é como a história humana,

por vezes há

inexplicáveis

sal ===== tos!!

( o encanto é fazê-lo por fazer
porque da sua vontade de arriscar, confiar, conhecer-se, partihar-se e
des-atar, cada um sabe,,,


( *

( estrela ao colo de lua

Anónimo dijo...

faltam as curvas, não?...

pi&phi dijo...

Pois, é verdade, mais só faltam no desenho.

Archivo del blog

DMCA.com