Escucho el silencio del tiempo que pasa _ escuto agora o silêncio, me quedo con él y en él, entro en las letras y en los números _ atravesso letras e números, embalo e calo _ las callo y los cuento, busco el prodígio de la relación constante _ afloro o prodígio da relação constante, a assombrosa claridade do silêncio, o encontro transparente da verdade _ el asombro cintilante de la vida ____ SOY pi & phi _

1/4/09































Há em mim um espaço vazio,

um limbo para minha alma menina,
um pasmo do tempo que vivo,
um lugar que não é este nem sou eu,
cheio daquilo que não tenho,
mas que eu sei que é meu.








Parece inventado,

irreal,
quase não é nem sombra,
mas está aí,
eu o sei,
o sinto,
o noto
e o persigo.




Há em mim um mundo perdido,
que me aguarda e quero encontrar
para poder oferta-lo a ti,
sim é que tu chegasses nele.






2 comentarios:

in_side dijo...

mesmo a sombra foge,

quando

perseguida,,,




*

pi&phi dijo...

Interessante refletir sobre isso.
Deijar as coisas fluir.
Secalhar.

Archivo del blog

DMCA.com