Escucho el silencio del tiempo que pasa _ escuto agora o silêncio, me quedo con él y en él, entro en las letras y en los números _ atravesso letras e números, embalo e calo _ las callo y los cuento, busco el prodígio de la relación constante _ afloro o prodígio da relação constante, a assombrosa claridade do silêncio, o encontro transparente da verdade _ el asombro cintilante de la vida ____ SOY pi & phi _

4/5/09




~



[[pink moon-house lagoon]]






um destes dias ver-nos-emos em cambridge, nicholas
um destes dias em que não havemos de estudar nenhuma literatura

contar-te-ei que fui ao ginecologista







e olharás para mim sem ver, como de costume.
se esboçares um sorriso, traduzirei ( mas não é provável

ai nicholas, nick, pouco tempo, nada




da água o silêncio moinhando tardes

tão incenso fumo nas tuas muralhas
tanta pink moon

na casa do lago


escavar buracos onde antes olharas
correr-te a poentes de barco a virar
cidades ao longe a zumbir cascatas

( viola viola ~viola arqueada

olha ( digo-te agora, espalhei as cinzas
ao florir da noite nos montes de burma
sorvi-as ali na raiz do orvalho
nada te prendi e abri-as ao vento
onde possas voar

mil cantos mil sinos se ergueram de lá
senti-os correr, ouvi-os soar ~
´now we rise and we are everywhere`
and nicholas, wait a moment,
just a moment ( so soon i´ll be there







2 comentarios:

pi&phi dijo...

fora do

tempo

fora do

espaço

por

dentro

do

mais

dentro

a

nick drake,

pi&phi dijo...

esta noite nick, falámos

das mães

as nossas mães sim

foram mãos foram

polvos

embrulhados na cintura

no rigor dos gestos

no moinho do ar

as mães são plantas

inocentes,

no início,

( mas depois já não

são heras

no início,

sibilinas embora,

apenas pedem para

vestir o casaco,

pois é, nick,

eu sei,

das costas abertas

apesar dos

casacos

da eterna fralda

molhada,





~

Archivo del blog

DMCA.com