Escucho el silencio del tiempo que pasa _ escuto agora o silêncio, me quedo con él y en él, entro en las letras y en los números _ atravesso letras e números, embalo e calo _ las callo y los cuento, busco el prodígio de la relación constante _ afloro o prodígio da relação constante, a assombrosa claridade do silêncio, o encontro transparente da verdade _ el asombro cintilante de la vida ____ SOY pi & phi _

26/11/09





~


monstro s









era uma mulher

que estranhamente vivia

em si

entrava e saía do seu ovo

ora muito feliz

ora pouco infeliz

] e não menos

es tra nha mente

este poema é só assim

assim-apenas

[ somente as sim

e

acaba mesmo subita mente

sai a mulher

acaba aqui

segura o ovo acaba

em pi







.

1 comentario:

pi&phi dijo...

O poema acaba, sim, mais pi-in-fi-nito.

Archivo del blog

DMCA.com