Escucho el silencio del tiempo que pasa _ escuto agora o silêncio, me quedo con él y en él, entro en las letras y en los números _ atravesso letras e números, embalo e calo _ las callo y los cuento, busco el prodígio de la relación constante _ afloro o prodígio da relação constante, a assombrosa claridade do silêncio, o encontro transparente da verdade _ el asombro cintilante de la vida ____ SOY pi & phi _

19/2/09











Pra amar não basta o amor,
o querer amar,
amar-te.










Pra amar precisso não saber-me,
esquecer o que não sou,
des-prender-me,
des-aprender-me.








Esta é a luta,
a guerra que ganhar,
o fogo que me consome.





1 comentario:

luci dijo...

amar-amar ( não é guerra

é assim mais confiar

( fazer vento e caminhar

" uma das condições indispensáveis da construção é a ingenuidade da disposição que torna o corpo leve e a ber to em consonância com a luminosa vibração do espaço e a sequência fluvial do tempo ~

antónio ramos rosa o aprendiz secreto ~

Archivo del blog

DMCA.com