Escucho el silencio del tiempo que pasa _ escuto agora o silêncio, me quedo con él y en él, entro en las letras y en los números _ atravesso letras e números, embalo e calo _ las callo y los cuento, busco el prodígio de la relación constante _ afloro o prodígio da relação constante, a assombrosa claridade do silêncio, o encontro transparente da verdade _ el asombro cintilante de la vida ____ SOY pi & phi _

9/1/17















Este ano,
a minha cadela veloz,
corre livre pelos seus lugares mágicos,
pela relva e pela praia da sua eternidade
de ursinho de cabelo negro encaracolado,
pela via láctea do seu peitinho branco.

A minha Pulguinha.., sim, minha também.

Este ano,
este natal,
eu também me lembro dela e sei,
que foi em paz comigo e com a vida.

Este ano,
ela corre por mim e em mim.

Aprendi-mo de ti, Pi, a minha Pi também.
E tenho muito orgulho em dize-lo.

Feliz Natal, Pulguinha!

Feliz Natal Pi!





1 comentario:

~pi dijo...

a ursinha que agora é anja e cujo cheiro me revela a todos os anjos como ela.
também a amaste, como a mim, entre degredops.
creio que ambas te perdoámos, para ela, a cadela veloz, é agora mais fácil e por fim, esquecer.
porque ela é pura energia volátil e amorosa, pura alma sem peso.

DMCA.com