Escucho el silencio del tiempo que pasa _ escuto agora o silêncio, me quedo con él y en él, entro en las letras y en los números _ atravesso letras e números, embalo e calo _ las callo y los cuento, busco el prodígio de la relación constante _ afloro o prodígio da relação constante, a assombrosa claridade do silêncio, o encontro transparente da verdade _ el asombro cintilante de la vida ____ SOY pi & phi _

24/8/09









~





rastejando vales












sobre-vivo a tudo:
à primeira morte e à segunda
à seta de s. sebastião

ao degredo da infância ao frio
à mudez ardilosa do poço às caves
à noite vermelha-no centro dos olhos
à mais sanguínea-sede ávida de verde

e-sobre-vivo-agora



[ depois do
comboio-fantasma-às-voltas
no peito esmagado ]

à visão da pele arrancada do santo
aos dedos de sangue ao diabo pintado
aos olhos dos sinos páginas em branco
ao-osso-rói-osso da tela da igreja


sobre-morro-agora-e-sobre-vivo


da ausência da alma:
talhada na carne de engano-puro
letrinhas floridas floreira-de-incên-dio

palavras e cantos-medusas e anjos
gibóia-de-sal os dentes em riste
das águas infectas-olho de ciclope
seu ovo na lama silên-cio de elipse







.
DMCA.com