Escucho el silencio del tiempo que pasa _ escuto agora o silêncio, me quedo con él y en él, entro en las letras y en los números _ atravesso letras e números, embalo e calo _ las callo y los cuento, busco el prodígio de la relación constante _ afloro o prodígio da relação constante, a assombrosa claridade do silêncio, o encontro transparente da verdade _ el asombro cintilante de la vida ____ SOY pi & phi _

13/3/10




~






também as pessoas sérias












também as pessoas sérias

se cruzam às vezes na sombra da tarde:

quando não podem fugir

indagam cuidadosamente a curvatura dos líquidos

recordando

estridências de ninhos muros exílios

tangerinas flores de orvalho

[ que também elas se lembram filhas do bosque e

mais por dentro

veados:

religam por isso os ecos da língua à noite

salivando como gotas alongadas

numa estranha e póstuma fidelidade:

assim se espalham no canto do ar

nas águas que cegam nas cores que se

afagam.



[ as pessoas sérias


filtradas ao medo à ponte ao segundo

assim de repente inviáveis

num súbito contrair galopado

arrastam consigo penas

interrogam

circulares:

:mis





teriosas


se inclinam

a murmurar traduções

no crivo da tarde








1 comentario:

DMCA.com